Fecundação fora do útero? Saiba mais sobre a gravidez ectópica

Astolf Gerard Filho
Astolf Gerard Filho
Orcione Ferreira Guimarães Júnior

A gravidez pode acarretar riscos variados à saúde e vida da gestante. À vista disso, o expert em grávidez de alto risco, o Dr. Orcione Guimarães Júnior entende que é importante as mulheres conhecerem mais sobre a grávidez ectópica, a fim de evitar agravamentos em sua saúde. Quer eliminar a possibilidade de uma gestação de alto risco? Prossiga consumindo o conteúdo e saiba mais sobre a grávidez ectópica.

Mas afinal, o que é grávidez ectópica?

Segundo o célebre Dr. Orcione Ferreira Guimarães Júnior, a grávidez ectópica compreende a gestação em que o óvulo fecundado é fertilizado fora do interior do útero. Ainda, essa gestação pode acarretar o surgimento a de diversas patologias, já que o óvulo não é capaz de sobreviver fora do útero, danificando os tecidos da região em que se encontra.

Desse modo, esse tipo de gestação compreende a formação do embrião fora do útero, por conta de uma disfunção hormonal que ocasionou a fertilização do óvulo fora do órgão reprodutor. Vale pontuar que esse fenômeno não é muito recorrente, chegando a acometer somente cerca de duas a cada cem gestantes. 

Quais são as causas da grávidez ectópica?

Como comenta o admirável Dr. Orcione Guimarães Júnior, assim como qualquer outra patologia, a grávidez ectópica pode ser ocasionada por inúmeros fatores, tais como a predisposição genética da paciente, que é acometida por uma desregularização hormonal, ou pela doença posterior das trompas uterinas.

Além do mais, o desenvolvimento desse tipo de gestação pode estar diretamente relacionada com outras causas, como:

  • Aborto anterior;
  • Utilização do dispositivo intrauterino (DIU);
  • Ter tido grávidez ectópica anteriormente;
  • Consumo de drogas durante a gestação.

Quais são os sintomas da grávidez ectópica?

Por fim, como aponta o renomado Dr. Orcione Ferreira Guimarães Júnior, é fundamental que as mulheres se atentem aos seguintes sintomas da grávidez ectópica, com a finalidade de evitar complicações agravadas no quadro de saúde: presença de dor na região abdominal e pélvica; sangramento vaginal; cólicas e ausência de menstruação; e enjoos matinais.

Você tem ou conhece alguém que tem a grávidez ectópica? Entre em contato com o Dr. Orcione Ferreira Guimarães Júnior, através das redes sociais disponibilizadas abaixo, e tire todas as suas eventuais dúvidas, se atentando aos possíveis tratamentos para reverter essa situação:

Site:   www.clinicadrorcione.com 

Instagram: @drorcionejunior    

Whatsapp:  wa.me/message/WRPY3TZTYVH3L1

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *