No Catar, Lula diz que conversou com emir sobre brasileiro ainda mantido refém pelo Hamas

Astolf Gerard Filho
Astolf Gerard Filho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira (30) que conversou com o emir do Catar, Tamim bin Hamad Al-Thani, sobre um refém brasileiro na Faixa de Gaza que “ainda pode ser liberado por esses dias”.

Segundo a assessoria de Lula, a fala se refere a um cidadão brasileiro que estaria sendo mantido refém pelo grupo terrorista Hamas.

O presidente não citou nomes mas, também na manhã desta quinta, a Embaixada do Brasil em Israel publicou em rede social registro de uma reunião com a família do israelo-brasileiro Michel Nisembaum, de 59 anos (veja abaixo).

Lula deu a declaração em Doha (Catar) após o encontro com o emir – a autoridade máxima do governo local. Em seguida, embarcou para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde participará da Cúpula do Clima (COP 28).

O presidente afirmou a jornalistas que agradeceu Al-Thani pelo auxílio do Catar na liberação de brasileiros e familiares que estavam na Faixa de Gaza e foram repatriados.

Desde o início do confronto atual entre Israel e o Hamas, o Catar tem atuado como uma espécie de intermediador entre os dois lados da guerra.

Ao comentar o agradecimento, Lula citou que ainda há brasileiros que desejam retornar – e mencionou a tentativa de liberação de um refém.

“A segunda coisa de agradecimento ao Catar, porque o Catar teve um papel importante para liberação dos brasileiros que estavam na Faixa de Gaza, ainda tem mais brasileiros lá ainda, na liberação de um refém, sabe, que ainda pode ser liberado por esses dias. E eu vim agradecer [ao emir]”, disse Lula.

Brasileiro refém do Hamas
No fim de outubro, o Itamaraty confirmou que Michel Nisembaum estava entre os desaparecidos do ataque terrorista do Hamas contra Israel em 7 de outubro.

Em postagem divulgada nesta quinta, a Embaixada do Brasil em Tel Aviv (Israel) diz que o embaixador Frederico Meyer se encontrou com a irmã do “único brasileiro refém em Gaza”.

Na foto, aparece uma das irmãs de Michel vestindo uma camiseta com o rosto do brasileiro e a legenda “Bring Michel home now” (“Tragam Michel para casa agora”, em português).

“O embaixador Frederico Meyer garantiu a irmã da vítima que o Brasil está fazendo tudo ao seu alcance para ajudar na libertação do brasileiro e dos demais reféns”, diz o post.

Catar mediou trégua no conflito
A guerra entre Israel e o Hamas começou em outubro, quando o grupo terrorista atacou o território israelense, que respondeu com invasão e ataques à Faixa de Gaza.

Após semanas de bombardeios, Israel e Hamas acertaram uma trégua para liberação de reféns e envio de ajuda humanitária. O Catar, que tem interlocução com o Hamas, também intermediou o acordo.

A extensão da trégua por dois dias adicionais, por exemplo, foi anunciada por um porta-voz catari.

Share This Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *